Controle de Pragas em Hortas Orgânicas

Já que você optou por controle de pragas em hortas orgânicas, considere profissionalismo como regra. Ademais, esta solução é conhecida por fazer a erradicação de pragas como pulgões, cochonilhas, lagartas e formigas que tendem a comer as folhas de plantas e em alguns casos chega a matar plantas. Afinal, é o melhor para jardineiros profissionais e preparados para combater pragas em Jardins e vasos de plantas quando o assunto é controles de pragas. Não deixe de conferir mais soluções sobre controles de pragas e outras opções do segmento.

  • manutenção jardins;
  • projeto paisagismo;
  • poda jardim;
  • reforma jardim;
  • serviço jardinagem;
  • serviços de paisagismo e jardinagem;
  • entre outros.

Pela observação dos aspectos analisados, é necessário que você tenha uma empresa de confiança ao seu lado. Conte com a Tudo Verde Paisagismo, confira mais informações a seguir.

Encontre uma empresa de controle de pragas em hortas orgânicas

Você pode contar com a Tudo Verde Paisagismo, uma empresa reconhecida em sua região, para contratar essa e outras soluções do ramo de paisagismo, por exemplo, reforma jardim vertical, implantação e manutenção de jardins e projeto de paisagismo. A empresa Tudo Verde Paisagismo oferece soluções e é conhecida por profissionalismo, não deixe de entrar em contato para saber mais!

Manter o jardim sempre belo exige dedicação e zelo diário. Mas, mesmo com todo o cuidado, as plantas podem adoecer e sofrer com os ataques indesejados de pragas, capazes de danificar todo o seu quintal em questão de dias (em alguns casos, até horas). Tidas como grandes vilãs, elas, na verdade, funcionam como alertas e podem nos auxiliar a deixar as folhas mais saudáveis e cheias de vida.

A cultura popular brasileira é rica em dicas para o controle ou repelência de pragas de plantas, da casa do homem e de seus produtos. A maior parte das pragas atacam geralmente na primavera, período de fertilidade e de grande atividade na natureza. Elas causam vários estragos nas plantas, além de favorecer o surgimento de doenças, principalmente fúngicas. As pragas geralmente se tornam um problema mais sério quando há um desequilíbrio ecológico no sistema onde a planta está inserida. Outras situações que podem favorecer o seu surgimento são desequilíbrios térmicos, excesso ou escassez de água e insolação inadequada.

Há na vegetação natural plantas que servem de abrigo e reprodução dos insetos que se alimentam das pragas. O manejo correto destas ervas e da adubação verde permitirá o incremento da fauna benéfica e o controle biológico natural. Dentre as plantas que servem para o manejo ecológico, estão a Ageratum conyzoides (mentrasto), Raphanus raphanistrum (nabo forrageiro), Euphorbia brasilensis (erva-de-santa-luzia), Sorghum bicolor (sorgo granífero) e em segundo lugar: Portulaca oleracea (beldoega), Amaranthus deflexus (caruru rasteiro, caruru).

.